Câmara Municipal solidária com luta dos Ferroviários

 

A Câmara Municipal aprovou por unanimidade a moção apresentada pelo Vereador David Ribeiro, na reunião de 4 de fevereiro, tornando-se solidária com a luta dos ferroviários no ativo e reformados, que se manifestam contra a retirada do direito ao transporte.

 

Os ferroviários estão neste dia a manifestar-se contra o corte dos salários e a retirada de alguns dos seus direitos.

A Câmara Municipal, cidade ferroviária, considera que o empobrecimento e degradação das condições de vida e trabalho dos ferroviários terá um impacto negativo na vida do concelho e da região, pelo que saúda todos os ferroviários na sua luta.

Autarquia aposta na Segurança e eficácia do Mercado Semanal

 

Com o objetivo de melhorar a segurança dos feirantes e cidadãos que frequentam o mercado semanal, bem como garantir uma correta utilização do espaço e a cobrança de dívidas em atraso, a Câmara Municipal e a Policia de Segurança Pública celebraram um Protocolo de Colaboração.

 

Desde o dia 4 de janeiro, o serviço assegurado por uma empresa privada passou a ser realizado por agentes da PSP, acompanhados por funcionários municipais.

 

No período de funcionamento procedem, nomeadamente, à abertura e fecho do recinto, identificam viaturas e condutores que entram no espaço, identificam titulares dos terrados, pagamento e correta ocupação, bem como a limpeza no final do mercado.

 

Até final de janeiro, a intervenção do Município tem carater pedagógico, no sentido de sensibilizar e alertar para o cumprimento do Regulamento do Mercado Semanal.

 

Em resultado desta reorganização, já foram realizados 16 acordos de pagamento de dívidas em atraso.

Produção de Energia Fotovoltaica

 

Foi aprovado por unanimidade na reunião de Câmara de 21 de janeiro, o arrendamento de infraestruturas municipais para a implantação de unidades de mini-produção solar fotovoltaica para a produção de eletricidade.

 

A redução de pegada ecológica de cada pessoa contribuirá sempre, para um planeta cada vez mais são. E se em vez da pessoa individual falarmos de um conjunto de pessoas ou de uma cidade, então poderemos olhar para benefícios a longo prazo que, podemos dizer, não têm preço.

 

O Município do Entroncamento reúne as condições, para promover e dinamizar a instalação de produção de energia solar fotovoltaica, como uma forma de diminuir a "pegada ecológica" do Concelho.

 

É apenas um princípio, mas poderá ser o início de um processo a nível do Concelho, liderado pela Autarquia, para mostrar a outras instituições da nossa cidade, que este caminho é um dos possíveis de seguir, de forma a contribuir para um planeta mais saudável.

 

A solução aprovada não tem custos para o Município, dado que se propõe que o arrendatário dos espaços faça o investimento do princípio ao fim do contrato. Com o arrendamento dos espaços municipais que reúnam as condições para o efeito, haverá mesmo uma receita para o município, que esperamos, possa igualmente ser extensível a outras instituições da nossa cidade.

Alargamento do Horário dos Serviços de Atendimento ao Público

 

A partir de 1 de março. Abertura dos serviços de atendimento ao público às 08h30m e à hora de almoço.

 

A Câmara Municipal do Entroncamento aprovou em Reunião de Câmara de 18 de fevereiro, o alargamento do horário de funcionamento dos serviços de atendimento ao público da Autarquia.

 

Esta alteração, que fazia já parte do programa eleitoral da candidatura do atual Presidente da Câmara Municipal, Jorge Faria, tem como intuito disponibilizar durante o maior período de tempo possível, os serviços da Autarquia ao serviço da população.

 

Para o efeito, o horário de abertura dos serviços de atendimento ao público passará a ter início às 08h30m e funcionará ininterruptamente até às 17h00, satisfazendo as necessidades há muito sentidas pelos munícipes que assim poderão tratar de assuntos na Câmara Municipal antes de iniciarem a sua atividade profissional, ou mesmo até durante o seu período de almoço.

 

Este novo horário de atendimento ao público pressupõe a rotatividade e desfasamento de horários individuais, dos funcionários da Autarquia, permitindo uma maior adequação do horário às necessidades pessoais, nomeadamente à conciliação entre a vida pessoal e profissional.

 

O novo horário entrará em vigor, a partir do próximo dia 1 de março.

 

Os Serviços com horário de atendimento ao público entre as 08h30m e as 17h00, são os seguintes: Águas e Saneamento; Tesouraria; Secretaria; Serviços Juridicos; Serviço Notarial; Recursos Humanos; Licenças e Taxas; Aprovisionamento; Contabilidade e Apoio Social. Os Serviços Culturais, Turismo, Comércio e Serviços, Educação e Investimentos, funcionarão das 09h00 às 18h00.

 

Outros Serviços

Biblioteca Municipal:
Segunda a sexta-feira: 09h30m às 18h00
Sábados: 09h30m às 13h00

 

ESER - Escola de Segurança e Educação Rodoviária
Segunda a sexta-feira: 08h00 às 15h00

Sábados e domingos:12h30m às 19h30m

 

Mercado Diário:
Terça a sexta-feira: 06h30m e às 13h00
Sábados: 06h00 às 12h30m

 

Mercado Semanal:
Sábados: 8h30m às 12h30m

 

Desporto

Piscinas Municipais:
Segunda a sexta-feira: 09h00m às 22h00
Sábados e domingos:10h00 às 20h00

 

Campos/Campos de Ténis:
Segunda a sexta-feira: 09h00 às 22h30m
Sábdo e Domingo:: 09h00 às 20h00

 

Pavilhão Desportivo Municipal:

Segunda a sexta-feira: 09h00 às 23h00

Sábado e domingo: 09h00 às 20h00

Conselho Local de Ação Social reúne para aprovar Plano de Ação para o ano de 2014

 

O Conselho Local de Ação Social do Entroncamento – CLASE, reuniu no passado dia 13 de fevereiro, na sala de sessões do Município para aprovar o Plano de Ação para 2014.

 

Na Reunião de Plenário e de acordo com a ordem de trabalhos, para além do Plano de Ação para 2014, foram ainda aprovadas as alterações ao Regulamento Interno do Programa de Emergência Social – Cantinas Sociais e a proposta de adesão do CASTOMAR – Centro de Apoio Social de Tomar.

 

O Conselho Local de Ação Social do Entroncamento é o órgão que concerta e congrega os agentes locais, através da participação dos vários parceiros sociais na procura de coesão, cooperação e acordo relativamente às medidas e práticas das políticas de desenvolvimento local. É um fórum privilegiado de diálogo, análise, decisão e orientação, que reúne ordinariamente, duas vezes por ano, podendo reunir extraordinariamente sempre que tal se justifique.

 

O CLASE é composto pelo Presidente da Câmara Municipal, que preside, e por entidades ou organismos do setor público nas áreas do emprego, segurança social, educação, saúde, administração interna, pelas instituições que desenvolvam respostas sociais, pelos Presidentes das Juntas de Freguesia do respetivo concelho e entidades com e sem fins lucrativos, constituindo para tal uma plataforma de planeamento e coordenação da intervenção social, tanto a nível do concelho como ao nível das freguesias, de modo a contribuir para o desenvolvimento social concelhio.

Resitejo apresentou Plano Intermunicipal de Sensibilização Ambiental aos Municípios associados

 

Foi promovida pela RESITEJO - Gestão e Tratamento dos Lixos do Médio Tejo uma visita às suas instalações e promovido um seminário para apresentação do Plano Intermunicipal de Sensibilização Ambiental a todos os Municípios associados.

 

A RESITEJO constituída em 1996 abrange os concelhos de Alcanena, Chamusca, Constância, Entroncamento, Ferreira do Zêzere, Golegã, Santarém, Tomar, Torres Novas e Vila Nova da Barquinha.

 

A abertura deste centro de tratamento de resíduos, em 1996, possibilitou o encerramento de 16 lixeiras municipais que existiam na altura, contribuindo assim para a melhoria das condições ambientais desta região.

 

Para além do encerramento das lixeiras os objetivos da RESITEJO são reforçar a recolha seletiva e desviar a matéria orgânica e materiais recicláveis do aterro.

 

Na visita, que decorreu no dia 11 de fevereiro, foi apresentada uma nova área do complexo que é uma UTM – Unidade de Tratamento Mecânico. Esta unidade permite o tratamento dos RSU's indiferenciados, ou seja, o "lixo" que colocamos nos contentores, separando o plástico, o metal e a matéria orgânica, desviando assim, a deposição em aterro em cerca de 95%. Salienta-se que apesar de se fazer esta separação dos resíduos indiferenciados, continua a ser essencial fazermos a separação dos resíduos e colocá-los nos ecopontos pois, para além da energia necessária para a separação dos indiferenciados, os produtos resultantes vêm sempre com alguma contaminação o que limita a sua valorização, ou seja, a sua nova vida.

 

Várias são as campanhas de sensibilização ambiental previstas para este ano, promovidas pela RESITEJO, em parceria com o Município e também pela Sociedade Ponto Verde, por forma a sensibilizar cada vez mais as pessoas para a reciclagem e para o ambiente.

 

PREVENIR, REDUZIR, REUTILIZAR e RECICLAR para garantir o futuro.

 

RESITEJO: www.resitejo.pt

Agenda Cultural

Esta página requer cookies para o seu bom funcionamento. Para mais informações consulte a politica de privacidade. Politica de privacidade .

Aceitar utilização de cookies
Politica de cookies